"O verdadeiro escritor sempre diz tudo escrevendo quase nada"

08/06/2012

A banalização do amor

Ultimamente tenho escutado algumas pessoas falando de amor e associo tal assunto com torradas mal passadas, porém comestíveis. A banalização tropeça com o ridículo todos os dias, com mais frequência com que se troca as fraldas dos bebês. A atração fatal e física tomou lugar de algo tão singular perdido no subconsciente humano, transformando o maior sentimento do mundo em uma simples aventura dessas descritas em contos desapercebidos nas colunas de jornais baratos. 
É muito mais fácil nos dias decorrentes ouvir um “eu te amo” do que cozinhar seu miojo em 3 minutos e obter sucesso. 
Não estou com raiva do mundo, revoltada com a civilização ou algo semelhante; eu só estou decepcionada, essa é a verdadeira palavra que define meus sentimentos nesse instante; decepção. 
O que eu quero dizer é que o amor não é um pedaço de pizza que se come no dia seguinte com cara de paisagem. O amor é amplitude, é imensidão, pode até acontecer por acaso mas é duradouro, é crescente; o amor não é um colega desconhecido, ele é amigo. O amor não se importa com o tempo ou distância, o amor é poderoso e vira nossa vida ao avesso e nos faz sentir as mais variadas sensações, desde frio a calor demasiado  e mesmo assim nos mantém vivos querendo senti-lo apesar dos riscos que marcam a nossa alma para sempre...
...
AME como AMA o AMOR e não como mandam as modinhas desse mundo; que vem avassalando corações e vai como se nunca estivesse existido 
-
(Adriana N. Amaral)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

19 comentários:

  1. Muito bem, minha amiga. Palavras precisas e na medida certa.

    ResponderExcluir
  2. Palavras verdadeiras. Realmente, o que chamam de amor hoje é mais um desejo, um produto esvaziado de sentido para banalizar as pessoas.

    Mas percebe-se, por suas palavras tão bem cuidadas e cheias de significância, que mesmo decepcionada, você é uma pessoa que ainda acredita nele. Sua visão idealizada do amor é um diferencial Drii, algo positivo nesse mundo tão superficial e plástico que vivemos hoje.

    Essa é uma das características que te fazem especial, para mim.

    Beijão, minha linda! ;*

    ResponderExcluir
  3. Fatos que acontecem, ditos com palavras "bonitas".

    ResponderExcluir
  4. O amor é tudo isso e muito mais, vejo meninos e meninas fingindo sentir ou achando que sente o que não chegou ao seu alcance ou coração ainda até pq nem estão preparados para viver tal sentimento. Parabéns pelo texto, vc é realmente incrível com as palavras

    ResponderExcluir
  5. Não tenho muito a dizer, apenas tenho de concordar com cada palavra. Depoimento simples, mas repleto de sensibilidade sobre um sentimento tão maluco e universal.

    Parabéns. :)

    ResponderExcluir
  6. Thiago Moreira (@thiago_sammet)8 de junho de 2012 17:47

    Excelente texto, como de costume, Drih! A cada texto, só me mostra ainda mais o porquê de eu a considerar uma das minhas escritoras favoritas. =D

    Sobre o assunto, gostaria apenas de acrescentar, se me permitir: O amor, quando verdadeiro, não precisa ser dito - é sentido naturalmente.

    ResponderExcluir
  7. Então, srtª Adriana...
    Seu texto (como não poderia deixar de ser)
    é perfeitamente verdadeiro e carregado de um significado que se perdeu nos dias de hoje, não tiro um ponto ou uma vírgula dele.
    Perfeito mesmo!!!!!!!!
    Obrigada por escrever tão bem e por ser tão parecida comigo. XD
    De sua fã nº1 !!!!!!!!!!!!!!! Sz

    ResponderExcluir
  8. Belo texto, Dri. Depois voltarei aqui com mais tempo para comentar melhor. Bjão!

    ResponderExcluir
  9. Palavras belas e certeiras... Hoje também vejo isso... O dizer "Eu te amo" se transformou em algo como um "Bom dia", pode parecer cruel essa visão mas é a pura verdade...
    Parabéns pelo excente texto Driih.

    ResponderExcluir
  10. sem palavras, é muita realidade em um só texto

    ResponderExcluir
  11. eu sou apaixonado por você

    ResponderExcluir
  12. "O amor é a maior magia que há"...
    Once Upon a Time...
    Não pode ser banalizado jamais.
    Lindo Dri!
    como sempre.
    Bjoks!!!!

    ResponderExcluir
  13. Perfeito Drih! Falou exatamente o que eu tenho sentido nesses ultimos dias. Onde colocaram o "felizes para sempre"? Será que ninguem mais acredita que algo pode durar a vida inteira? Fico pensando... =/

    ResponderExcluir
  14. não poderia ter escrito de outra forma...

    ResponderExcluir
  15. Como sempre perfeito, ainda muito melhor do que o que eu escrevi com mesmo título À uns 5 ou 6 anos atras, estas de parabéns conseguiu explorar ainda melhor que eu a idéia!

    ResponderExcluir
  16. A banalização do "eu te amo". Escrevi sobre isso a algum tempo atrás no meu blog: http://thebelement.blogspot.com.br/2009/09/banalizacao-do-te-amo_09.html

    Não tenho nada contra quem diz que ama seus amigos de verdade pois o amor entre amigos é algo eterno mas relacionamentos não. Você não pode dizer que ama alguém que você conhece a uma semana, etc. Mas hoje, me arrependo profundamente também ,de ter amado amigos que não me consideravam da mesma forma. Isso é uma questão muito complicada.

    ResponderExcluir
  17. Quase cai da cadeira aqui SUPER TOTAL MEGA POWER FATO.

    ResponderExcluir

Os Populares

O Pequeno Príncipe

O Pequeno Príncipe
Tu não és para mim senão uma pessoa inteiramente igual a cem mil outras pessoas. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo...

Seguidores

Total de visualizações

Copyright © @DriiEscritora | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes