"O verdadeiro escritor sempre diz tudo escrevendo quase nada"

19/01/2011

um brilho especial

Tentei buscar em mim, a sua presença pra poder escrever, e tenho certeza de que consegui muito mais que isso. Estava medindo o tamanho desse sentimento; quando me peguei observando a lua, debrucei-me na janela semi aberta, cuja luz aveludada penetrava por entre as folhas das árvores. Seu brilho tão intenso chamou minha atenção, sua cor tão vívida, como se eu nunca a estivesse observado realmente... Pareceu-me até mais próxima, mas intocável, onipotente. Busquei nela o seu sorriso, busquei o seu brilho, a sua luz; observei com mais atenção, e ela parecia observar-me tão silenciosa, atenta, impenetrável. Corri pro quintal; a brisa tocou-me como toca as folhas sem ao menos movê-las. Senti um arrepio de sentimentos percorrer por minhas veias; mas deixei-me levar pela mágica do momento. Meus olhos marejados seguiam seu hipnotismo dourado, enquanto apenas um nome retumbava dentro de mim, enquanto apenas uma pessoa fazia parte dos meus pensamentos numa hora tão sublime. Pedi em silêncio uma explicação pra algo tão forte; "O que pode ser isso que estou sentindo?" 
E no mesmo instante concluí que tudo aquilo era inexplicável, indizível, indomável. Foi quando tive a certeza de que o que sinto é muito mais do que simples palavras que se joga no ar e pode se perder. Foi quando concluí que o que sinto, é como essa luz que nos toca de tão longe, mas que não pode ser tocada. 
Meu olhar se estendeu mais uma vez a ela, e desejei apenas que ele estivesse aqui do meu lado pra poder ver dentro meus olhos, o seu brilho espelhado nessa luz que me ajudou a entender que sentimentos não tem medidas e nem quer ser medido. Que os sentimentos podem nos tocar, mas que jamais poderão ser tocados e sim, sentidos. Queria apenas a sua presença aqui nesse momento para juntos podermos contracenar com a lua que é na verdade a grande protagonista das lindas histórias de amor. 
-
Descobri que o seu coração é a luz do meu coração, e você ilumina a minha vida
-

-
(Adriana N. Amaral)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

6 comentários:

  1. quee lindo irmã !
    Feeeeliz com sua felicidade :))

    ResponderExcluir
  2. nhaaaa briigada mana *---*
    -
    estou feliz por vc tb

    ResponderExcluir
  3. poxa que que texto mais bonito
    arrasou de verdade

    ResponderExcluir
  4. maneiríssimo
    suas escritas são demais
    parabéns

    ResponderExcluir
  5. oi vc foi indicada pela sua amiga Agny Tayná para participar do Concurso Blogueiros Troféu Diamante Azul

    ResponderExcluir

Os Populares

O Pequeno Príncipe

O Pequeno Príncipe
Tu não és para mim senão uma pessoa inteiramente igual a cem mil outras pessoas. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo...

Seguidores

Total de visualizações

Copyright © @DriiEscritora | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes